Comer & Beber

Uma visita ao Gallo Grigio

Esta quarta-feira fomos ao espaço Gallo Grigio, situado na Avenida da República, em Gaia, e ficamos deliciados com as pizzas devoradas. ‘Jantamos à napolitana’ e saímos de coração (e barriga) cheia.

Texto Irene Mónica Leite

Fotos Vítor Costa

O atendimento foi cuidado, com explicação de todo um ritual à volta da pizza napolitana, num espaço marcado pela simplicidade e conforto. Explicaram-nos todo o conceito do estabelecimento e ficamos a saber umas coisas: Sabia que maneira de se comer com as mãos surgiu do facto da pizza ser vendida nas ruas, para as pessoas comerem ao andar, dobrando-as como uma sanduíche?

E mais: devido às longas viagens, a Marinara foi a primeira pizza napolitana, visto ter ingredientes de fácil conservação (molho de tomate italiano, orégãos e alho); O nome Margherita faz referência à rainha Margherita de Savóia , que ao visitar Nápoles foi homenageada com a criação de uma pizza com as cores da bandeira de Itália (molho de tomate italiano, manjericão e mozarela).

Não esquecer que em dezembro de 2017, a arte de fazer pizza napolitana foi considerada Património Cultural Imaterial da Humanidade, pela UNESCO.

E, com efeito, cada pizza é única. A massa, diz a direção, é “100% vegana , leva farinha italiana de altíssima qualidade e longa fermentação , o que a torna de alta digestibilidade. A sua massa elástica , fina e bordas altas, permite comê-la ao verdadeiro modo napolitano com as mãos!”.

As pizzas deliciosas que provamos:

Portoghese

Parmiggiana

⭐⭐⭐⭐⭐

Comment here