Nacionais

Festival Mental continua a promover as M-Talks 4ALL

As M-Talks 4ALL são conversas digitais focadas em saúde mental que acontecem de segunda a sexta com vários profissionais de áreas bem distintas que vão do jornalismo às artes, cinema e literatura, com maior ênfase nos profissionais de saúde mental.


Promovidas pelo Mental, Festival da Saúde Mental que tem como propósito combater o tabu e o estigma que envolve a saúde mental trazendo-a à discussão popular através do cinema, das artes e da informação, as M-Talks 4ALL surgem como resposta direta ao confinamento e isolamento físico, revela nota enviada às redações.

Acontecem no canal de YouTube do Mental desde 23 de março, reunindo cinco convidados diferentes em cada semana.
Este projecto, que teve início apenas cinco dias após a Declaração do Estado de Emergência em Portugal, mantém-se ativo desde então e continuará a ser promovido até ao final de julho 2020.

Refira-se que o maior objetivo das M-Talks 4ALL “é mostrar como as pessoas, menos e mais conhecidas, estão a viver este difícil momento, em conversas simples, diretas, sem filtros e com mensagens sentidas e verdadeiras. Mostrar os portugueses no seu recolhimento, no seu espaço e sem máscaras é um dos principais trunfos que nos podem ajudar a encontrar a nossa própria fórmula para superar esta pandemia”.

Outro dos papeis mais importantes das M-Talks 4ALL é dar acesso às pessoas a conteúdos que abordem a saúde mental e que não só levantam questões sobre várias áreas, como ajudam a combater o isolamento social, mesmo que seja tudo feito de forma digital.

Programação de 08 a 12 de JUN:

08 JUN – 2.ª feira – Isilda Sanches (jornalista na Antena 3);
09 JUN – 3.ª feira – Fidalgo Freitas (psiquiatra);
10 JUN – 4.ª feira – Maria Fragoso Melo (psicomotricista);
11 JUN – 5.ª feira – Ana Rodrigues (psicóloga clínica);
12 JUN – 6.ª feira – Rui Reininho (músico e compositor);

Recorde-se que o Mental– Festival da Saúde Mental é um festival português de cinema, artes e informação que visa trazer para a discussão pública e diminuir o estigma de um tema cada vez mais premente: a saúde mental. Inclui uma série de eventos integrados de várias áreas culturais como cinema, música, dança, teatro, artes plásticas, literatura e conversas temáticas (M-Talks).

Teve a primeira edição em 2017 e a cada ano dedica-se a um conjunto de doenças mentais, tendo sempre como pano de fundo o Cinema e as Artes.

Já em 2018, o Mental teve dois momentos de visibilidade e reconhecimento internacionais: faz parte do Board da Rede Europeia de Festivais congéneres NEFELE e foi Menção Honrosa da 8ª edição do Concurso Montepio Acredita Portugal, confirmando o alto potencial do projeto.

Comment here