Nacionais

Veenho mostram “insolência”

“Insolência” é o segundo single de regresso dos Veenho. Depois de “meio ausente”, lançado em Abril deste ano tão atípico, chega-nos agora mais um single de avanço de “Lofizera”, o muito aguardado LP de estreia da banda lisboeta, que terá selo da Hatsize e da Xita Records.

De acordo com nota enviada às redações, “Insolência” é fiel à imagem de marca dos Veenho: uma colagem punk indie de baixa fidelidade. O single conta com um teledisco realizado por Xipipa (que partilhou a Direção Criativa com Beatriz Valleriani e Martim Brito) e já pode ser ouvido em todas as plataformas digitais.

Os Veenho surgiram no final de 2016, quando Martim Brito se juntou aos seus então vizinhos, os irmãos António Eça e Xixo. Surgiram fruto da urgência e vontade juvenil de fazer as coisas acontecerem rapidamente e do jeito que se gosta com a arrogância de pensar que são necessárias ou, pelo menos, convenientes. Em 2017, foram uma banda prolífera e lançaram 2 EPs: Veenho S/T (produzido por Filipe Sambado) e VEEENHO (produzido por Gonçalo Formiga, que acabou por se juntar à banda), e foram percorrendo salas emblemáticas um pouco por todo o país.

O ano que se previa de confirmação acabou por se revelar o início de uma pausa longa e propositada. Pausa para fazer outras coisas, para tocar noutros projetos, para crescer.

“Insolência” mostra-nos uns Veenho mais adultos, mais certos do seu som e do que querem, e têm, para dizer e fazer. Este novo single conta vozes de Primeira Dama, companheiro de editora(s) e com quem Martim Brito também toca bateria, e masterização de João Casaes (Transfusão Noise Records), que, entre outras coisas, tocou baixo com os Built To Spill e masterizou “Paraleloplasmos” e “Todas as Brisas” de Lê Almeida, algumas das maiores referências da banda.

Com lançamento agendado para 2021, “Lofizera” traz-nos uns Veenho cada vez mais donos do seu som.

Comment here