Scratch Kids

Escola Amiga ensina crianças a poupar

A educação financeira é fundamental para todas as gerações, mas começar desde cedo será importante para que as crianças e adolescentes apresentem mais consciência da importância do dinheiro na vida e possam adquirir competências que lhes permitam a tomada de decisões corretas mais tarde. Como podem as escolas e as famílias ajudar a combater a iliteracia financeira desde cedo?

Algumas das dicas enviadas às redações, que passamos a expôr:

1. Definir um objetivo de poupança
Poupar para um objetivo específico ajuda a estimular mais do que poupar simplesmente para salvaguardar o futuro. Defina objetivos concretos de poupança com os seus filhos e explique a diferença entre curto e longo prazo. Por exemplo, poupar para comprar um brinquedo ou para uma viagem em família que leva bastante mais tempo.

2 – O mealheiro é o melhor amigo para poupar dinheiro
A técnica do mealheiro é, sem margem de dúvida, o primeiro passo para começar a poupar dinheiro. Aquelas moedas que os avós dão ou o dinheiro que é recebido nos anos ou Natal, podem ser guardados num mealheiro para serem utilizados em “projetos” futuros.

3 – Como usar a semanada ou mesada?
O objetivo principal será ensinar a gerir o dinheiro que lhes é dado, seja por semana ou mês. É importante saber lidar com o dinheiro e distinguir a diferença de necessidade x desejo. As crianças e adolescentes devem perceber que é importante não gastar tudo e colocar de “lado” qualquer valor que sobre.

4 – Fazer testes e jogar sobre educação financeira
Existem alguns jogos pedagógicos que as crianças podem jogar e irem aprendendo a importância de usar o dinheiro com responsabilidade. Um exemplo é o Monopólio!

5 – Dar o exemplo!
Uma das melhores formas de transmitir hábitos de poupança é mostrar aos seus filhos que também poupa. Coloque algumas moedas num mealheiro com os seus filhos presentes e explique-lhes que aquela é a sua poupança. Ensine também que não devemos comprar por comprar e que é importante ter um dinheiro guardado para fazer face a qualquer eventualidade. Explicar que o dinheiro custa a ganhar e não nasce das árvores.

6 – Invista numa solução de poupança, seja ela qual for
Quando o mealheiro estiver cheio, encaminhe-o para uma solução de poupança que permita que o dinheiro continue a crescer. Os valores amealhados tanto podem servir para criar como para reforçar um fundo a pensar no futuro dos seus filhos.

Comment here