CinemaniaDestaques - TV

Em abril “Bohemian Rhapsody” chega à FOX

Em abril, os Filmaços da FOX são dois grandes filmes: “Batman VS Super-Homem: O Despertar da Justiça”, dia 11 e “Bohemian Rhapsody”, dia 25, ambos às 21h20. Apesar de géneros cinematográficos bem diferentes, estes dois sucessos de bilheteira têm em comum um elenco de luxo.

Conforme revela nota enviada às redações, “Batman VS Super-Homem: O Despertar da Justiça”, com a chancela DC Comics, é protagonizado por Heny Cavill e Ben Affleck, nos respetivos papéis de Batman e Super-Homem, e conta com a participação de Amy Adams, Jesse Eisenberg, Diane Lane, Laurence Fishburne, Holly Hunter e Jeremy Irons.

Já o galardoado “Bohemian Rhapsody” tem Rami Malek no papel principal de Freddie Mercury – papel que lhe valeu o Óscar de Melhor Ator Principal – Joseph Mazello, Mike Myers , Tom Hoolander e Allen Leech. Para além do Óscar de Melhor Ator Principal, “Bohemian Rhapsody levou para casa as estatuetas douradas nas categorias de Melhor Edição de Imagem, Melhor Edição de Som e Melhor Mistura de Som – não estivéssemos a falar de um filme que mostra o mais importante repertório musical dos Queen.

“BATMAN VS SUPER-HOMEM: O DESPERTAR DA JUSTIÇA”
ESTREIA: Domingo, dia 11 de abril, às 21h20
Após os eventos relatados em “Homem de Aço” (2013), o Super-Homem (Henry Cavill) é hoje uma personagem polémica. Enquanto muitos acreditam que é um símbolo de esperança e uma proteção contra os inimigos, outros consideram que é uma ameaça que tem de ser contida. Para Bruce Wayne (Ben Affleck), o eterno vigilante de Gotham City, o Super-Homem é claramente um perigo para a Humanidade e deve ser combatido. Assim, decidido a destruí-lo, coloca a sua máscara e segue para a cidade de Metropolis onde decide fazer justiça com as suas próprias mãos. Porém, com o Super-Homem e o Batman (Ben Affleck) absortos na sua vingança pessoal, emerge uma nova ameaça colocando o planeta Terra na iminência da total destruição.

“BOHEMIAN RHAPSODY”
ESTREIA: Domingo, dia 25 de Abril, às 21h20
Um filme autobiográfico sobre os Queen, uma das maiores e incríveis bandas de rock de sempre. Apesar do foco estar em Freddie Mercury (Rami Malek), o filme relata a amizade entre os seus elementos e as circunstâncias que os tornaram verdadeiros ícones do panorama musical da época. Um desses momentos cruciais acontece no concerto Live Aid, realizado no Estádio de Wembley (Londres), a 13 de julho de 1985, onde Mercury – recebendo a ovação de uma plateia de quase 80 mil pessoas e vários milhões de espectadores em mais de 100 países -, abriu o espetáculo com “Bohemian Rhapsody”. Essa atuação é ainda hoje considerada uma das maiores performances da história do rock. Mercury viria a falecer em Londres, 6 anos depois, a 24 de novembro de 1991, devido a uma broncopneumonia, decorrente do síndrome da imunodeficiência adquirida humana (HIV), de que era portador. Tinha 45 anos. Este filme, verdadeiro sucesso de bilheteira em todo o mundo, arrecadou quatros Óscares da Academia nas categorias de Melhor Ator Principal para Rami Malek, pelo seu impressionante papel de Freddy Mercury; Melhor Edição; Melhor Edição de Som; e Melhor Mistura de Som.

Comment here