Cinemania

A UCI Cinemas apresenta as novidades para a rentrée pós-férias

Para este regresso às salas, pós-férias de verão, a UCI Cinemas aprimorou a seleção cinematográfica, para providenciar aos seus espetadores uma experiência variada, marcada por estreias únicas e sensacionais de todos os géneros e por conteúdos alternativos.

Para iniciar o mês promovendo a união familiar, esta quinta-feira, dia 1 de setembro será exibido o filme “A Besta”, relatando a história de um médico que viaja com as suas duas filhas para uma reserva na África do Sul e que acabam a lutar pela sua sobrevivência, enquanto são perseguidos por um leão.

Também no primeiro dia do mês, vai estrear “A Rapariga Selvagem”, o drama misterioso baseado no livro “Lá, Onde o Vento Chora”, de Delia Owens, e que conta com Daisy-Edgar-Jones (Kya) como personagem principal. O filme retrata a vida de uma rapariga abandonada durante a infância e marginalizada pela comunidade da Carolina do Norte, sendo conhecida como a “rapariga do pântano”. Com o desenrolar da história, os mistérios do pântano vão sendo revelados.

“Digimon Adventure: A Última Evolução Kizuna (2020)”, chega dia 8 de setembro às salas de cinema prometendo aventura, fantasia e ação. Após Matt e os amigos se aperceberem que a relação com os seus respetivos Digimons está ameaçada, o filme japonês explora o vínculo que une estes amigos…

Refira-se que no dia 15 de setembro, estreia a comédia romântica “Bilhete para o Paraíso”, um filme com Julia Roberts e George Clooney como protagonistas do enredo. Após saberem que a sua filha Lily irá casar em Bali, os dois pais divorciados viajam para o destino paradisíaco, com o propósito de sabotarem o casamento da filha.

Ainda no dia 15 de setembro, estará em exibição “O Fotógrafo de Minamata (2020)”, trazendo o drama e a História às salas da UCI Cinemas. Retratando o após a Segunda Guerra Mundial, o filme conta a história de W. Eugene Smith, incorporado por Johnny Deep, que ganhou fama a fotografar as linhas da frente da guerra, e que é contatado anos mais tarde para documentar um escândalo relacionado com produtos químicos em Minamata, no Japão.

No dia 22 de setembro, a UCI Cinemas apresenta “Restos do Vento”, um drama português que relata uma tradição pagã numa vila do interior de Portugal, deixando mazelas dolorosas a um grupo de jovens e perseguindo-os 25 anos mais tarde.

No mesmo dia há mais uma estreia, o drama “Não Te Preocupes, Querida”, retratando uma cidade experimental construída em 1950 para os que trabalham no Projeto Vitória e as suas famílias. A vida que Alice e Jack, Shelley e Frank e os restantes casais levam é perfeita, até que deixa de ser… O filme vai expondo as fissuras existentes nesta cidade e, consequentemente, nas suas vidas…

A encerrar o cartaz a UCI Cinemas apresenta três estreias no dia 29 de setembro: um filme de terror e dois dramas.

O filme “Sorri” promete aterrorizar os espetadores com os momentos assustadores e inexplicáveis da vida da Dra. Rose Cotter. À medida que o terror se vai apoderando de Rose, ela é forçada a enfrentar o passado, para poder sobreviver no presente.

“Nunca Nada Aconteceu (2021)”, o drama português que relata os dramas do quotidiano de Pedro, Maria e Paulo, representados por Miguel Amorim, Alba Batista e Bernardo Pedro Faria, e que descreve as peripécias que colocam em causa a lealdade de Pedro para com os seus dois amigos.

Adicionalmente ao “Nunca Nada Aconteceu (2021)” será exibido “1618 (2021)”, um drama histórico que retrata o Visitador Sebastião Noronha na sua perseguição aos judeus, no Porto, enquanto o comerciante António Álvares tenta proteger a sua família e a comunidade.

Para os amantes de conteúdos alternativos, o dia 14 de setembro está reservado para “Modigliani – O Pintor Maldito”, retratando a vida artística do italiano Amadeo Modigliani, um grande ícone da arte mundial. Trazendo a autenticidade diretamente para as salas da UCI Cinemas, “Madame Butterfly”, dirigida/encenada por Moshe Leiser e Patrice Caurier vai estar em exibição no dia 27 de setembro, prometendo ópera e arte à mistura e no dia 28 de setembro irá estar disponível o documentário “Tutankhamun – A Última Exposição”, oferecendo aos espetadores a oportunidade de conhecerem o Faraó e alguns dos seus tesouros, muitos deles revelados através do trabalho fotográfico de Sandro Vannini, um dos mais prolíficos fotógrafos dos tesouros de Tutankhamun.

Comment here